Dicas para evitar imprevistos na administração de condomínio

Um condomínio precisa de cuidados administrativos e o responsável por essa atividade deve assumir riscos e compromissos. O importante é que ele tenha visão estratégica e saiba avaliar tanto o momento atual quanto o futuro, preparando-se para imprevistos e estando apto para evitá-los e solucioná-los.

Pensando nisso, veja a seguir as melhores formas de se preparar para eventualidades desagradáveis, evitando-as na medida do possível na sua administração de condomínio!

Aposte na manutenção preventiva

A manutenção preventiva é uma das formas mais eficazes de evitar imprevistos. Consiste em fazer uma revisão periódica em todos os equipamentos e instalações do condomínio, contando com profissionais qualificados para isso.

A manutenção preventiva implica em menos custos que a manutenção corretiva, que só ocorre quando o problema acontece. Durante a manutenção preventiva podem ser tomadas medidas para aumentar a vida útil do produto, trocar ou lubrificar peças, fazer limpezas e assim por diante.

Faça um bom planejamento financeiro

O controle do dinheiro é fundamental para cobrir despesas extras e evitar que falte o necessário. A redução de gastos também faz parte desse planejamento, já que custos elevados vão minar o orçamento do condomínio.

É importante ter uma reserva para emergências, inclusive no caso de alguns condôminos atrasarem o pagamento. Você poderá precisar de dinheiro para comprar um equipamento quebrado, para resolver questões trabalhistas, para estragos provocados por chuva, fogo ou desmoronamento, para assumir um compromisso de última hora.

Crie um fundo de reserva

Essa é uma boa maneira de evitar imprevistos e dividir responsabilidade entre os condôminos. O fundo de reserva corresponde a uma forma extra de arrecadação, que visa suprir necessidades imprevistas e projetos maiores, como reformas.

Esse fundo é separado da conta comum do condomínio e, geralmente, acumula valores muito altos. Por isso, recomenda-se aplicar o dinheiro em investimentos nas instituições financeiras para garantir a preservação de seu valor real.

Conte com um sistema de segurança eficiente

Embora ninguém deseje isso, a população de qualquer cidade está sujeita à violência. Para evitar que isso aconteça dentro do condomínio, convém investir em um sistema de segurança avançado, com tecnologia desenvolvida, como câmeras 24 horas, alarmes, sinalizações, interfones, aplicativos específicos e outras coisas.

É preciso ainda contar com profissionais qualificados e preparados, oferecer treinamentos e cursos e educar toda a população do condomínio a precaver-se contra as possibilidades de assaltos dentro do local.

Tenha um seguro

Outra forma de evitar imprevistos é por meio do seguro. Na verdade, existe o seguro obrigatório para condomínios, que se divide em:

  • Cobertura básica simples (incêndios, queda de raios, explosões);
  • Cobertura básica ampla (quaisquer eventos causadores de danos materiais ao imóvel e conteúdo do condomínio, menos os que são expressamente excluídos).

É importante considerar que poderão ser contratadas coberturas adicionais como Danos Elétricos, Danos a Terceiros gerados pelo Condomínio ou Síndico, Danos por vazamento de tubulações, Roubo de Bens do Condomínio entre outros.

Ainda existem muitos outros riscos que não são cobertos e o administrador precisa estar a par de todos eles, como por exemplo se o Condomínio estiver em OBRAS. Por isso, ressalta-se a importância do corretor de seguros para seu condomínio. Ele te orientará sobre o melhor tipo de seguro a adotar, conforme o seu caso, e explicará também sobre os riscos que não são cobertos pela apólice.

Consultar o corretor é uma iniciativa prudente e preventiva que todo administrador de condomínio deve tomar, objetivando o bem-estar de todos os condôminos e a segurança de todo o espaço.

E você, já segue essas dicas para evitar imprevistos na administração de condomínio? Deixe o seu comentário!