5 erros mais comuns na contratação de uma apólice de seguros

Quem decide contratar uma apólice de seguros o faz por zelar profundamente por alguma coisa: a precaução com o veículo, o futuro dos dependentes, o lar da família. Não há dúvida da importância de manter seu patrimônio e sua família segurados contra imprevistos.Contudo, é preciso tomar alguns cuidados, pois frequentemente os segurados podem se frustrar com o seguro escolhido ou não usufruir de seus benefícios simplesmente por não conhecerem o produto adquirido e não terem pensado previamente em todas as coisas importantes envolvidas nessa aquisição.

Alguns erros são bastante comuns na contratação de apólice de seguros, independentemente da modalidade (casa, carro, vida etc.):

1. Não buscar um corretor de confiança

O corretor é a figura mais importante na intermediação entre você e a seguradora (se você ainda não sabe o motivo, sugerimos a leitura deste texto). É preciso buscar um profissional que tenha referências e transmita confiança, sempre agindo com transparência, explicando as condições completas e reais do produto contratado, sendo coerente em todas as informações.

Se o corretor não transmite sensação de segurança e certeza, você poderá se frustrar no futuro, ao precisar recorrer ao seguro e lidar com condições e impedimentos que não foram explicados com clareza na contratação.

2. Não conhecer as características do produto

É preciso estudar a proposta recebida e sanar todas as dúvidas com o seu corretor. Anote as coberturas do seguro de forma simplificada e as vantagens oferecidas. Algumas delas poderão ser muito úteis em momentos de dificuldade.

Seguros de vida, por exemplo, por vezes trazem outras coberturas, como acidentes, invalidez parcial ou assistência médica, assim como os seguros de automóvel podem dar direto a carro reserva, reboque por pane ou falta de combustível, e você poderá não saber que tem direito a utilizar isso, caso não conheça a proposta por completo. Esses benefícios agregados, por vezes, são diferenciais importantes entre as opções de seguro.

3. Não pesquisar sobre a confiabilidade da seguradora

É de suma importância pesquisar reclamações e referências positivas sobre a seguradora. A sua reputação servirá de base para que você possa prever se terá ou não imprevistos negativos quando estiver, porventura, em uma situação de sinistro.

O feedback de outros clientes poderá lhe dar uma visão correta acerca da melhor escolha. Pesquise na internet, em redes sociais e no site da empresa a acessibilidade em relação aos clientes. Se a seguradora interage, mantém canais de contato, como telefone e e-mail válidos, e mantém-se próxima de seu público, provavelmente estará à disposição quando você precisar. Também busque informações entre amigos e conhecidos que contrataram seguro com a mesma empresa e peça suas opiniões.

4. Não comparar propostas semelhantes de outras seguradoras

Ninguém adquire um produto ou serviço sem comparar suas opções.Converse com seu Corretor de Seguros e faça uma pesquisa de preços para propostas semelhantes à que você está adquirindo. Mesmo que disponha de pouco tempo, não é aconselhável contratar às cegas a primeira oferta que receber, pois você pode estar perdendo a oportunidade de economizar consideravelmente e de contratar produtos melhores por valores similares.

5. Não informar às pessoas envolvidas da contratação do seguro e contatos

Finalmente, comunique às pessoas de confiança sobre a apólice contratada. Mantenha a documentação em ordem e avise apenas àqueles que interessam, não deixe a informação ficar apenas com você: na sua ausência, outra pessoa terá que tomar as providências junto à seguradora e ela não poderá fazê-lo se não souber da existência da apólice de seguros.

Fique atento a esses cuidados e você fará uma contratação segura da melhor apólice de seguros. Ficou com alguma dúvida? Deixe um comentário e esclareceremos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *