Por que o seguro de banco não é a melhor opção?

Contratar um seguro é uma ação de prevenção a possíveis prejuízos decorrentes de imprevistos. Mas para que seja uma tarefa simples é preciso acertar na forma de fazê-lo. Muitos bancos oferecem o serviço de seguro para seus correntistas, mas o que parece fácil e confiável pode ocasionar muita dor de cabeça na hora em que realmente precisar.

Confira abaixo porque os bancos não são as melhores opções para quem deseja adquirir um seguro:

Contrato padronizado

Os contratos oferecidos por essas instituições são, na maioria das vezes, padronizados. Não se possui a vantagem de ter um seguro feito a partir da sua necessidade, bem como não há o estudo detalhado dos melhores preços e condições disponíveis no mercado. O cliente fica sujeito a aceitar somente o que o banco disponibiliza, mesmo que não seja o mais adequado as suas necessidades.

Baixo poder de negociação

Como não é feita a pesquisa do seguro em outras seguradoras, o consumidor não terá base para avaliar se o que estão lhe oferecendo é o mais vantajoso em termos de custo x benefício. Enquanto quem dispõe da orientação de um corretor de seguros tem todas as informações para avaliar se está realizando um bom contrato, bem como a garantia de que o profissional irá negociar para atender a demanda e fidelizar o seu cliente.

Parcialidade do banco

O gerente ou outro funcionário do banco que venha a oferecer os serviços de seguros está comprometido a atingir as metas estabelecidas pelo banco. As suas responsabilidades são com o banco em que trabalham e o papel que assumem é o de vender o produto oferecido por sua instituição. O corretor de seguros está a serviço do segurado e não das seguradoras.

Burocracia

Quando o cliente opta pelo negócio diretamente com o banco, ele tem a árdua função de encarar sozinho a complexidade e a burocracia que um contrato de seguros exige. Pois, além da falta de conhecimento técnico sobre seguros do profissional bancário, há também a rotina corrida dentro dessas agências. É comum aos clientes desse tipo de seguro terem que ir atrás de documentos e perder horas em ligações para serviço de atendimento ao consumidor (SAC) da seguradora para resolver situações de sinistro, o que não ocorre quando se pode contar com o corretor de seguros para auxiliar na solução de ocorrências cobertas pela apólice.

Pouca qualificação técnica do profissional

O funcionário do banco normalmente não possui a qualificação técnica necessária para orientar o cliente na escolha da melhor e mais adequada apólice. O corretor é o profissional que está pronto para sanar todas as dúvidas e atender o segurado em todas as situações em que a apólice oferece cobertura. Ao contratar o seguro de banco, o consumidor abre mão do aconselhamento e da disponibilidade de quem entende do assunto.

Agora que você já sabe que os serviços de seguros oferecidos diretamente pelo banco não são a melhor opção, entre em contato com um corretor de seguros e tenha a certeza que fará o melhor negócio.